Polícia considera ‘cigana’ a mandante do ‘crime do brigadeirão’: ‘Júlia tinha veneração por Suyany’, diz delegado
05/06/2024 12:59 em RIO DE JANEIRO

 

O delegado Marcos Buss, da 25ª DP (Engenho Novo), declarou nesta quarta-feira (5) que considera Suyany Breschak a mandante do “crime do brigadeirão”. A jovem, que se apresenta como cigana, está presa desde o dia 29Júlia Cathermol, suspeita de ter matado Luiz Marcelo Antônio Ormondse entregou nesta terça-feira (4). A defesa de Suyany nega.

“Podemos falar com bastante segurança que há elementos nos autos, muitos elementos indicativos, de que a Suyany seria a mandante e arquiteta desse plano criminoso”, afirmou Buss.“A Júlia tinha uma grande admiração, uma verdadeira veneração pela Suyany”, destacou.

 

“O que está sendo confirmado por todos os elementos reunidos até o momento, embora não saibamos explicar bem por quê, é que Júlia realmente faria pagamentos mensais para Suyany”, detalhou o delegado.

“Essa relação já vinha se desenrolando há muito tempo. Suyany tinha uma influência muito grande sobre Júlia.”

Buss afirmou ainda que Suyany instruiu Júlia a moer o Dimorf, um medicamento à base de morfina, e acrescentar no brigadeirão. “A própria Suyany teria procurado informações sobre a aquisição de tal medicamento”, frisou.

 

Fonte: G-1

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!