Empresário preso por estuprar menores no DF pagava R$ 1 mil por 'meninas virgens'
17/06/2024 05:27 em BRASIL

 

Mil reais. Esse era o valor pago por um empresário de 61 anos do Distrito Federal para estuprar "meninas virgens". A informação foi divulgada pela Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) após a prisão do suspeito de estupro de dezenas de menores, na última sexta-feira (14 de junho), durante a operação "Predador". 

Segundo a instituição policial, a operação foi fruto de investigações da Delegacia Especial de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), na região do Itapoã. O homem foi acusado de estupro de vulnerável e exploração sexual por dezenas de adolescentes, a maioria com idades entre 12 e 13 anos. 

Além do mandado de prisão temporária, também foi cumprido um mandado de busca e apreensão contra o empresário. 

Presentes, festas e dinheiro

As investigações apontaram que, para aliciar as vítimas, o idoso oferecia dinheiro, presentes e festas, usando as vítimas mais velhas para "recrutar" novas garotas para ele explorar sexualmente. 

Uma das vítimas, atualmente com 16 anos, era abusada pelo homem desde os 13. Ainda conforme a PCDF, se condenado por todos os crimes, o empresário poderá pegar mais de 100 anos de prisão. 

"A Operação Predador, como foi batizada, é uma resposta da PCDF contra o abuso sexual infantojuvenil no Distrito Federal. A PCDF reitera seu compromisso com a proteção de crianças e adolescentes e pede que a população denuncie qualquer caso de suspeita", conclui a polícia. 

 

Fonte: Jornal O Tempo

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!